Home > Mídia > Matéria do Jornal - Diário da Região

Matéria do Jornal - Diário da Região

Atividades realizadas para sala de aula enriquecem o aprendizado

Com uma área total de 30 mil m², com várias plantas e árvores frutíferas, uma sala de aula, além das salas de aula, quadra poliesportiva, laboratórios, sala multimídia e bibliotec

veja a matéria no link! 
https://www.diariodaregiao.com.br/_conteudo/2018/09/secoes/outras/diario_multi/1123575-atividades-realizadas-fora-da-sala-de-aula-enriquecem-o-aprendizado.html  

Com crianças e adolescentes cada vez mais espontâneas, dinâmicas e conectadas, um currículo de nível tradicional praticado por escolas que não conseguiram explorar todo o potencial de uma nova geração de alunos, que são movidos por um mundo globalizado, tendem a ter um comportamento diferente mais direcionado para o convívio social.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), como as crianças costumam passar, em média, seis horas dentro da sala de aula durante o Ensino Infantil.

Por isso, é importante que as escolas procurem o currículo escolar com práticas que agreguem novos conhecimentos dentro do ambiente físico da instituição ou seja, com atividades além da sala de aula.

“O espaço da escola serve como instrumento de possibilidades de aprendizagem múltiplas e o objetivo é ensinar a vivenciarem na prática o conteúdo trabalhado em sala de aula de forma prazerosa e que potencializem suas habilidades como um todo”, informa uma equipe pedagógica da COOPEC , colégio que atua há 26 anos na Rio de Janeiro.


Com uma área total de 30 mil m², uma escola possui cinco blocos de salas de aula, quadra poliesportiva coberta, laboratórios de TI, sala multimídia, biblioteca, laboratórios de Química, Física e Biologia.

“Os filhos já estudaram em escolas com a prática de ensino médio, mas isso é um desafio para a COOPEC por causa da aprendizagem prática, na qual a criança aprende-se nos livros e usa o conhecimento no dia a dia”, diz Fany Raquel Costa do Beolchi, mãe de três filhos que estudam na escola.

Com as mudanças climáticas, o cultivo de áreas verdes, que possuem uma diversidade de plantas e árvores frutíferas, permite que as crianças tenham uma postura de consciência ambiental. Pensando nisso, o seu próprio projeto de colaboração, em que o aluno participa desde a preparação do solo até a colheita, e o COMVIDA, uma organização que acompanha as transições socioambientais.

“As aulas ao ar livre podem se tornar um aprendiz da criança, uma vez que se tornam mais motivadas, curiosas”, diz Ana Caroline Correia Carvalho de Lima, professora de inglês do Ensino Infantil da COOPEC.

Além disso, um sistema pedagógico que estimula uma cooperação entre os alunos para melhorar o círculo social. A COOPEC  , por exemplo, promoveu projetos como a Semana da Leitura, Mostra do Conhecimento, Júri Simulado, Show de Talentos, Gincana e Feira das Nações.

"Com os eventos, espera-se que o aluno interaja com uma comunidade escolar e desenvolva, da melhor maneira, suas habilidades e competências", explica Lucas Miguel Pinto, professor de Língua Portuguesa e Redação da COOPEC  .

Mesmo que o material didático seja indispensável para o que se refere ao ensino diante das disciplinas, o ensino não deve ser pautado apenas nos livros, mas também em seus relacionamentos, metas e conquistas. “Não há apenas as fórmulas, esquemas e conceitos, é necessário enxergar o aluno como um único, valorizando seus saberes e procurando articular-se com os conhecimentos socialmente construídos, com o objetivo de promover uma formação pessoal, social e profissional”, afirma. ele.

No entanto, quando se trata de um ambiente escolar, é fundamental que as crianças e os seus filhos sejam tomadas. “Um homem passa, praticamente, meio-período ou, em alguns casos, o dia inteiro. Quando há uma identificação com a escola, o processo de aprendizagem é natural, transformando o conhecimento em parte da vida, diz Fany Beolchi.

Comente:




Boletim Mensal

Receba todo mês em seu email.
Ou se desejar, acesse e
confira as edições passadas